quinta-feira, junho 20, 2024
Noticias Escritas

HOMEM DE 22 ANOS É PRESSO POR ABUSO SEXUAL DE ENTEADO DE 6 ANOS.

Quem deveria cuidar abusa da inocência de um menino de apenas 6 anos.

Na tarde desta última quarta-feira, 22 de maio de 2024, a polícia civil efetuou a prisão de um homem que abusou sexualmente do enteado de apenas 6 anos, o crime aconteceu no dia 24 de janeiro deste ano, aqui em Nepomuceno.

Na ocasião do abuso, a mãe da vítima levou a criança para à Santa Casa de Nepomuceno, onde foi diagnosticada com lacerações e perfurações no reto e no intestino.

Em frente a gravidade do quadro, ela foi encaminhada à Santa Casa de Lavras, para ser submetida a exame de corpo de delito pela Polícia Civil, bem como a um procedimento médico cirúrgico.

O médico legista apontou que as lesões apresentadas pela criança poderiam ter sido causadas por alguma complicação clínica, mas também pela prática de abuso sexual.

Diante dos fatos, foi instaurado Inquérito Policial e, após intenso trabalho investigativo pela equipe da Delegacia de Nepomuceno, que indicou que realmente a criança poderia ter sido abusada sexualmente, foi apresentado ao Poder Judiciário pela realização do depoimento especial da criança.

Em seu depoimento especial, a vítima relatou que o padrasto sempre a agredia fisicamente, chegando a leva-la ao “mato” para agredi-la. Além disso, ainda conforme ela, no dia em que precisou ser hospitalizada, seu padrasto teria a abusado sexualmente no banheiro, introduzindo uma escova de limpeza em seu ânus, o que causou as lesões em seu reto e intestino.

Enquanto isso, ainda no transcorrer das investigações, o investigado tentou coagir a criança a não relatar os fatos.

Então, após o depoimento especial da criança, confirmando a violência sexual, houve representação pela prisão preventiva do investigado, sendo o mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Nepomuceno.

Por fim, na quarta-feira, 22 de maio, a equipe da Delegacia de Nepomuceno efetuou a prisão do autor e o encaminhou ao Presídio de Lavras. Ao ser interrogado, acompanhado de seu advogado, ele optou por não se manifestar quanto aos fatos. Agora, ele será indiciado pelos crimes de estupro de vulnerável e maus-tratos.

Adersen Arantes

Adersen Arantes estudou Licenciatura Ciências da Comunicação na Universidade da República no Uruguai. Trabalhou como Repórter na Rede TV e Record em Parauapebas, Também atuou como apresentador de Telejornal no Sbt Tucuruí - PA e SBT Parauapebas - PA. Atualmente faz parte da equipe de Jornalismo do Grupo DTTV em Nepomuceno.

Deixe um comentário