22/10/2020

Acusado de assassinar a esposa vai a juri popular

Vítima é ex-funcionária da UNILAVRAS
O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) do Unilavras representa na manhã desta sexta-feira (23) a família de Irene Borges, ex-funcionária da Instituição que foi assassinada pelo marido, há um ano. Três advogadas do curso de Direito do Unilavras estão cuidando do caso, desde o início. Walkíria Castanheira, Adriane Patrícia e Nayara Marques estarão no júri popular representando a família da vítima.
Irene tinha 53 anos e foi encontrada morta em casa na manhã do dia 15 de julho de 2019. Ela morava no bairro Novo Horizonte, em Lavras. Valdo Antônio, réu no processo, não aceitava a separação, o que motivou o feminicídio. O Unilavras presta apoio à família de Irene com o acompanhamento através do NPJ.
Horário do juri: 9h
Local: Fórum de Lavras.
© 2015 DTTV. Todos direitos reservados. All rights reserved.